Diretor Presidente: Maksuês Leite Cuiabá, 20 de abril de 2014   
     
    Página Inicial
    Últimas Notícias
    Política
    Economia
    Polícia
    Cidades
    Esportes
    Cultura
    Variedades
    Nacional
    Internacional
    Registro Geral
    Artigo do Dia
    Enquetes
    Carta do Leitor
    Empresarial
    Presença Confirmada
    Quem Somos
    Fale Conosco
 
Registro Geral

Lucimar ex-Campos
17/07/2012
Redação O Documento
  

Produzido pelo publicitário Paulo Leite, o material de campanha da candidata a prefeitura de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), chama a atenção. Mas não é pela produção visual ou pelo "slogan". Em nenhum dos adesivos ou cartazes, é citado o sobrenome Campos e a mensagem é só "Lucimar 25". Informações de fontes democratas revelam que a orientação de abolir a "marca Campos" foi através de pesquisas qualitativas.

Demagogia de Lúdio
Candidato a prefeito de Cuiabá, o vereador Lúdio Cabral (PT) é conhecido nos bastidores político como o homem que aplica perfeitamente o ditado popular: "faça que eu digo, mas não faça o que eu faço". Explica-se: ele foi um dos primeiros a condenar o aumento da verba indenizatória dos vereadores cuiabanos para R$ 15 mil por mês. A época do aumento, ele ganhou holofotes na mídia prometendo devolver o valor para ser destinado a uma instituição de caridade. Todavia, em quase quatro anos de mandato, ele não devolveu nada dos recursos e vai concluir o mandato em dezembro embolsando cerca de R$ 500 mil dos cofres públicos durante este mandato. Fique bem com olhos abertos eleitor com este tipo de homem público!

Cassação de Lutero
Como estamos em época de eleição e recordar é viver, Lúdio Cabral votou em 2007 para que o vereador cassado Lutero Ponce (PMDB) fosse eleito presidente da Câmara de Cuiabá. O interessante é que Lúdio Cabral foi em 2009 o relator do processo que culminou com a cassação de Lutero Ponce por promover um rombo de R$ 8 milhões. Mesmo emitindo um parecer pela cassação, Lúdio se absteve de votar no plenário em seu próprio parecer, pois temia a época revelações bombásticas de Lutero contra ele. Será que tais revelações não podem vir a tona agora?

 
Últimas Colunas de Redação O Documento :: 
Redação O Documento
18/04/2014 : ESTRAGO
Redação O Documento
15/04/2014 : CASA ARRUMADA
Redação O Documento
09/04/2014 : ESCÂNDALO NOVO
Redação O Documento
31/03/2014 : ANSIEDADE
Redação O Documento
25/03/2014 : A VERDADE
Todas de Registro Geral::
  Publicidade
Microlins
Programa Sávio Pereira
© O Documento - Uma Impressão Digital. 2001 - 2014
É proibida a reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorizaçao por escrito dos responsáveis.
Fone: (65) 3644.4160